Ubuntu Studio

Nas férias pouco tempo tive para “esfriar” a cabeça com umas boas “dormidas”. Havia muito trabalho a ser concluído na casa, além do “freela” que havia trazido para casa. Tudo precisava de atenção, claro. Meu filho e minha esposa são prioridades e, baseado nisto, usei o tempo disponível para executar tarefas domésticas com empenho total, pois não os quero deixar sofrer as consequencias de minha profissão, óbvio. Mesmo assim, chegariam os momentos onde eu teria que encarar o Photoshop.

Decidi por determinar os horários para trabalho com o computador e outros afazeres. Tudo correu bem até que deparei com meu sistema operacional. O Windows XP é o mais estável dos operacionais da família Microsoft, porém, ainda assim, estava passando por anomalias periódicas do próprio sistema. De tanto ouvir meu irmão falar sobre os operacionais GNU-Linux, acabei procurando conhecê-los através de sites e comunidades voltadas para este assunto. Após ler um pouco das diversas opiniões, acabei por pedir um download do Ubuntu Studio, um operacional bastante interessante totalmente configurado para atender os artistas gráficos, de som e de vídeo.

Fiz um download GRATUITO do Ubuntu no site oficial e tive uma enorme surpresa ao instalá-lo: o ambiente (meu maior medo inicial) era simples e agradabilíssimo. Foi amor à primeira vista. Pensei eu: alguém fez esse sistema pensando em mim! Não podia ser. Duvidei que ele pudesse atender minhas expectativas como eu realmente queria e aí… Nova surpresa. Todos os softwares gráficos são gratuitos e equivalentes aos que eu já usava na família Windows. Alguns deles até mais requintados e complexos com recursos bastante especiais.

Não deu outra: minha máquina ficou em sistema de dual boot por apenas uma semana. Na semana seguinte, coloquei o Ubuntu para rodar como sistema principal e apaguei o Windows de vez. O resultado foi que não senti saudades do sistema do Tio Gates e ainda acabei unindo meus comentários aos das comunidades que tinha visitado. De fato todos tinham razão. Meu irmão em primeiro lugar, pois foi o primeiro a sugerir que trocasse de operacional.

Como a corrida pela oficialização do meu estúdio se tornou ainda mais tensa, o Ubuntu veio em boa hora ajudar com estabilidade, segurança, rapidez e funcionalidade para que o fluir de idéias não fosse interrompido. Estou muito satisfeito e vou compartilhar com todos as experiências que venho obtendo com a utilização deste fantástico sistema operacional. Clique nas imagens acima para ver duas capturas de tela de um trabalho para a Ediouro Publicações totalmente feito no Gimp, o programa opensource equivalente ao Photoshop.

Anúncios

3 thoughts on “Ubuntu Studio

  1. Vou fazer exactamente o mesmo e dizer adeus ao tio gate!
    O GIMP é um grande programa, e o mesmo acontece com a maioria do BOM software open source (Inkscape para vectorial, audacity para edição simples de som, ardour para multipistas,

  2. Samy

    Como fazer a instalação do studio com dual boot
    Estou com o Seven na máquina mas não sou só eu que uso
    Teria o procedimento a seguir para instalar o ubuntu studio

    1. Olá, Fernando.

      Ubuntu Studio em dualboot com Seven não deve ser nada difícil. Pena eu não saber nem como começar. Já estou trabalhando com meu irmão numa idéia de publicar tutoriais sobre essas questões técnicas que viabilizam os usuários iniciantes a familiarizar-se com a linguagem do Linux. Tenho tido grandes problemas poara atualizar este WordPress. Até por isso foi que demorei em responder seu comentário. Acredito que quando o Ilustramangá estiver completamente migrado para o Google Sites (mecanismo que ainda estou testando) a vida será mais dinâmica.

      Grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s