Trabalhando com retículas

Imagem

O seguinte tutorial pressupõe que os leitores sejam familiarizados com programas de edição de imagens.

Uma das mais importantes técnicas características da estética do mangá, a retícula (ou “screentone”) foi adotada para conter despesas com impressões especiais, nos períodos de crise do pós-guerra. Continua a ser usada nas revistas de grande circulação como Shonen Jump e nas demais de mesmo formato.

Como produzir este efeito nos softwares de edição de imagens? Há duas maneiras: podemos usar padrões prontos (pattern) para aplicação nas camadas, ou (a opção mais profissional) produzir a retícula no próprio programa. Esta última opção permite mais liberdade no manuseio dos gradientes da retícula, sendo, portanto, o meio mais produtivo e de melhor resultado final.

Fazendo uma pesquisa na internet por “screentone pattern” podemos conseguir inúmeros tipos de padronagem à disposição e que podem ser usados conforme a primeira opção (a de aplicar o padrão direto no desenho através das camadas).

Vamos acompanhar o método para produção da retícula direto nos programas:

PHOTOSHOP

1- O desenho deverá estar sob o modo “tons de cinza” (grayscale) para cores e dividido em três camadas: outline, retícula, fundo.

2- A camada de outline deverá ter o branco transparente, portanto, usaremos o efeito “Multiply” para criar a transparência.

3- A camada retícula deve ser preenchida normalmente com as tonalidades desejadas (em cinzas) para a colorização do desenho.

4- A camada fundo deverá permanecer preenchida em branco. Como se fosse nossa folha de papel.

5- Após concluir a colorização em tons de cinza, siga o menu: FILTER>PIXELATE>COLOR HALFTONE.

6- Como estamos trabalhando somente com os tons de cinza, somente as duas primeiras informações interagem com o efeito sobre os tons do desenho. Aplique “Max. Radius 8” e “Channel 45” para ver como o efeito é aplicado, mas brinque com esses valores até se encontrar um resultado agradável ao seu trabalho. Experimente colocar o valor 4 para “Max. Radius”, por exemplo.

GIMP

1- O desenho deverá estar sob o modo “tons de cinza” (grayscale) para cores e dividido em três camadas: outline, retícula, fundo.

2- A camada de outline deverá ter o branco transparente, portanto, usaremos o efeito “Multiply” para criar a transparência.

3- A camada retícula deve ser preenchida normalmente com as tonalidades desejadas (em cinzas) para a colorização do desenho.

4- A camada fundo deverá permanecer preenchida em branco. Como se fosse nossa folha de papel.

5- Após concluir a colorização em tons de cinza, siga o menu: FILTROS>DISTORÇÕES>RETÍCULA

6- Como estamos trabalhando com tons de cinza, as duas primeiras opções da caixa do filtro não terão efeito (SPI de entrada e LPI de saída). As demais opções permitem mais tipos de alteração da retículas que no Photoshop, portanto, brinque com todos os valores e formatos disponíveis como hachuras e retículas em cubo.

Observações:

1- O melhor modo de se trabalhar com retículas é utilizar os dois modos simultaneamente (preenchimento com padrões e geração instantânea). Dessa forma, o trabalho ganha em agilidade.

2- Ao aplicar retículas com células muito pequenas, devemos saber em que formato o material será impresso, ou em que resolução de tela será exibido. A finalidade é evitar o efeito “moiré” (pronuncia-se “muarê”) onde uma ilusão ótica cria ondulações na imagem preenchida por retículas. É sempre bom usar as células (bolinhas) um pouco maiores que as de tamanho mínimo para se evitar este efeito desagradável.

3- Muitas vezes, só por causa do efeito de zoom na tela, durante o trabalho, ocorre um moiré. Aumente o zoom para valores inteiros, no caso do Photoshop, (25%, 50%, 100%) para verificar se o efeito desaparece. Se sim, ignore o efeito na tela e prossiga com o trabalho. A impressão sairá sem o moiré.

Anúncios

4 comentários em “Trabalhando com retículas

    1. Na verdade, Luk, o efeito não depende muito de “qual programa”. Essa postagem mostra como é simples se obter esse efeito nos dois programa mais utilizados no dia-a-dia do ilustrador, ou quadrinista. Acredito que o Manga Studio (for Windows & Mac) tenha mais opções e maior facilidade para a aplicação de retículas. Faça uma busca por Manga Studio pelo Youtube e você verá muitas demonstrações de uso deste ótimo programa. Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s