Maratona de Software Livre de Volta Redonda

image

Uma sequência de eventos me concederão o poder de comprovar que se pode trabalhar sem perda de qualidade usando Linux e seus programas de código aberto. O primeiro deles começa agora nesta sexta, dia 29, em Volta Redonda.

A Maratona de Software Livre é um evento que incentiva o uso das distribuições Linux em vários campos da tecnologia. Minha contribuição, por exemplo, será para a computação gráfica. No sábado, dia 30, ministrarei uma longa oficina sobre como se aplicam as ferramentas opensource no dia-a-dia de um estúdio de ilustração e design. Usarei em tempo real os programas Gimp, MyPaint, Inkscape e Scribus para várias tarefas rotineiras de estúdios que usam ferramentas proprietárias para executar as mesmas funções.

Os quatro programas que mencionei são ótimos softwares e minha missão é mostrar que têm poder e complexidade suficiente para praticamente aposentar as caras licenças Adobe, Microsoft e Corel.

As vagas para participação das várias oficinas são limitadas e quem quiser participar deve acessar o link do evento clicando na imagem acima.

Aguardo vocês lá.

Mulata de Ouro – speedpainting

Mais um speedpainting ficou pronto. Em meio a tanto trabalho, eis que dou uma “descansada” trabalhando nos meus próprios projetos. Esse vídeo foi produzido depois que retratei uma passageira dentro do trem a caminho do trabalho. Ela era incrivelmente linda e mereceu uma “retratada”. Primeiro, tirei uma discreta foto com o celular e postei no Facebook. Muitos amigos não conseguiram avistar toda a graça que eu havia presenciado, então, tive a ideia de representá-la em traço. Todos os detalhes que guardei na memória adicionei à ilustração e, depois de concluir, uma segunda ideia veio à tona: por que não transformar esse processo num speedpainting bem especial? Já tinha capturado o processo enquanto produzia com o programa RecordMyDesktop do Ubuntu Studio. O passo seguinte foi converter para .AVI no Arista e depois montar no OpenShot. O resultado é esse que vocês acompanham no vídeo acima com direito a trilha sonora adequadíssima do Jorge Benjor.